Benfica apanha susto mas acaba a golear

O Benfica foi obrigado a jogar ao melhor nível no segundo tempo para evitar uma enorme surpresa e levar de vencida o Rio Ave por 3-1, fazendo esquecer uma primeira parte pouco inspirada. A equipa de Miguel Fonseca assustou os encarnados com uma entrada em jogo muito forte. Guedes inaugurou o marcador aos 9´ e o Rio Ave poderia ter aumentado a vantagem logo de seguida, com um remate de João Novais a bater no poste. A resistência dos vila-condenses terminou aos 49´, com o empate do Benfica por intermédio e Jardel. Excelente a reacção do Benfica que acabou por ser demasiado forte para um Rio Ave frágil defensivamente. Os encarnados aguardam agora um deslize de FC Porto e Sporting para se aproximar dos principais rivais.

Jonas revelou-se novamente decisivo ao rubricar uma exibiçao fantástica pontuada com um o 3º golo e com uma assistência para o 2º golo, da autoria de Pizzi. Rúben Dias (1º golo com a camisola principal do Benfica) e Raul Jiménez fecharem a contagem. Zivkovic foi aposta para o lugar ocupado por João Carvalho no Belém e fez uma exibição discreta, ainda que em crescendo.

Já o Rio Ave teve bons momentos com bola no 1º tempo e não cedeu no seu estilo de jogo audaz, com Francisco Geraldes em destaque. Chegou a assustar, mas com o passar do tempo a equipa foi deixando de ter capacidade para incomodar Varela e ficou demasiado presa ao seu último terço, onde se mostrou incapaz de travar a avalanche ofensiva do Benfica no 2º tempo. Mesmo sofrendo 5 golos, Cássio esteve em bom plano neste regresso aos relvados –  não jogava desde 21 de Dezembro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *